terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

quase metagrama: elogio ao amor

Reminiscência: encontro num caderno velho a origem do nome deste sítio de suposta meditação sobre as essências. Regurgitar idéias, remastigá-las em oitava superior.
Daí que o amor só faz sentido quando já não mais; ou a história só começa quando acaba. Isso tudo em Godard:
"Não existe resistência sem memória e sem universalismo".
"Cada pensamento como a ruína de um sorriso".

(postagem comemorativa de cinco meses do blog)

2 comentários:

corcel negro disse...

que venham mais 5!

Anônimo disse...

viva teu blog! Eu vivo.